terça-feira, 20 de dezembro de 2011

UMA RELAÇÃO É UM SER VIVO


Uma relação é um ser vivo.
Podemos compará-la a uma flor.
Pode aguentar algum tempo sem luz, sem proximidade humana, até sem água.
Vai murchando, mas aprendendo a sobreviver com as gotinhas que de vez em quando generosamente vai recebendo.
Murchando…mas sobrevivendo.
Indiferentes ao valor que tem e à sua ausência de vida, há quem decida pisá-la.
Nesse momento ela morre. Com a sua morte é sentida a irreversibilidade do processo e a certeza de que fomos nós os responsáveis por a deixar morrer.
Alheia a isto, está a vida, que mantém a sua ciclicidade.
Rapidamente percebemos que apesar daquela flor ter morrido, o seu rizoma, esse ficou.
E, ficou tão-somente para que o possamos colocar de novo na terra.
Desta vez em solo mais fértil, com mais luz, mais proximidade, mais Amor.
Regada pela aprendizagem nasce assim, a esperança de uma nova flor, de uma nova VIDA.

Sem comentários:

Enviar um comentário