quarta-feira, 4 de julho de 2012

Há peles assim...

Há peles que se tocam entre si,
numa experiência diurna, solar, visceral e profunda.
Peles onde repousamos tranquilos.
Peles que amortecem atropelos a que nos sujeitámos no passado.
Essas peles, reflexos da Alma, nutrem-se de VERDADE e INTIMIDADE, não de corpos.
Tornam terno e eterno cada momento.
Encostam corações e deslaçam egos.
Há peles assim…
Peles que sabemos saber, porque ousamos sentir.
Peles sábias, sagradas, que nos revelam a cada toque,
A profunda e intemporal, essência do AMOR. 

Sem comentários:

Publicar um comentário