segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

8 Profecias e…um PRESENTE.


Se para alguns os tempos são de mudança, para outros, onde eu me encaixo, os tempos são de profunda transformação, o que é bastante diferente. O Ego que durante muitos anos comandou as nossas vidas, está a perder a sua expressão, ao confrontar-nos com perdas, sejam elas materiais ou não, para percebermos de uma vez por todas que a nossa maior força está em “ saber Ser” e não em “ saber Ter”. Este apelo da Alma, uma espécie de “Last- Call” para um voo cuja hora se aproxima, estende-se obviamente às nossas relações, onde a aprendizagem do que o Amor não é, se torna cada vez mais urgente. 
E, talvez por isso, aqui deixo hoje as “minhas-profecias”, às quais posso  chamar “ inevitabilidades para este ano”, neste que é o campo mais desejado de todos nós – o campo de AMAR e de se sentir AMADO, através de relações saudáveis onde a expressão do verdadeiro Amor seja uma constante e não apenas uma simples e longínqua miragem.

Cá vão então.

Profecia 1Seja feita a sua vontade? Queria…
Era bom, não era!
Pois é, mas mais do que aquilo que nós queremos para a relação, está o desafio daquilo que a relação que atraímos, quer de, e, para nós.
Parece que mudam os tempos e as vontades, custe o que custar, vão ter mesmo de mudar.

Profecia 2 – Escusa de querer continuar a emagrecer, essa roupa já não lhe serve.
Os tempos não são para INSISTIR, mas sim para INVESTIR.
Esqueça a roupa que já não lhe serve, pois só assim pode encontrar “ roupa à sua medida”.

Profecia 3 – Devagar se foi ao longe e…depressa demais.
Esta é curta e muito direta.  
A partir de agora, e durante o tempo em que Saturno estiver na constelação de Escorpião, só irão (sobre) VIVER relações que sejam baseadas na Verdade, na Confiança e na Transparência. Cá estaremos pra ver!

Profecia 4 – E, tudo o vento levou.
E, tudo que não se basear na Verdade, poderá até aparentar “funcionalidade”, mas será como uma árvore cuja raiz já apodreceu. Cairá na primeira ventania.   

Profecia 5 – Levantamento indisponível, está sem plafond.
O saldo da relação tem de ser positivo. O seu plafond esgotou. Relações egoícas, jogos psicológicos, indiferenças,  mentiras, truques de ilusionismo para manter vivo o que já morreu, têm os dias contados. É preciso fazer depósitos de Verdade na sua conta, para que possa continuar a fazer levantamentos.

Profecia 6 – Diz-me espelho meu, mentirá ele(a) mais do que eu?
Sempre que acreditar que dizer a verdade ao outro, contribuirá para “estragar” a relação, desengane-se. Se isto acontecer é porque algo está de certeza já muito estragado. A questão é decidir se quer continuar a “estragar” ou não.
Já agora, só para refletir, sabia que quando um mente, há sempre dois a mentir?

Profecia 7 – A Vida dá sempre um jeitinho.
Se não quiser “alinhar” por aqui, não faz mal, a Vida encarregar-se-á do resto. É só mesmo uma questão de tempo, meteorológica portanto, quando as condições “atmosféricas” forem todas elas propicias á sua transformação, zás...lá terá de ser!

E, para terminar…

Profecia 8 – Um presente para Si.
Na vida não pode voltar atrás, este é o seu eterno PRESENTE.
Mas como neste texto pode, sugiro que volte a ler a Profecia 3 já agora a Profecia 4 também.
Depois, faça com elas o que bem entender.
Afinal, como diz o “ Entre Nós”, a Vida é muito simples, são apenas escolhas.

Sem comentários:

Publicar um comentário