segunda-feira, 7 de abril de 2014

A MAGIA DOS OPOSTOS

Com a solidão aprendi que sou a minha melhor companhia. 
Com a escuridão aprendi a luz.
Com as perdas, aprendi os ganhos e com eles a certeza do puzzle inteligente que é a Vida.
Com a mentira aprendi o valor da verdade e a certeza de que ela nunca me enganará.
Com os enredos aprendi a soberba utilidade dos desamores.
Com a desilusão aprendi a ilusão e ganhei a certeza e a lucidez do que realmente importa.
Com a fragilidade reconheci a força e a certeza da coragem que me está colada. 
Com a idade escutei finalmente a voz da pele e a intrínseca sabedoria dum rosto maduro.     
Com o medo aprendi a enfrentar exércitos a perceber o quanto podem ser meus aliados.
Com a distância aprendi a proximidade reconhecendo nela que quem está dentro não tem como partir.
Com a água aprendi a Terra e a certeza da sua eterna nutrição.
Com a Terra aprendi que quanto mais profunda é a raiz maior é a árvore.
Com o fogo percebi o impulso primordial da Vida e com o Ar o convite do seu sopro.
Com a violência aprendi o perdão e com ele mais sobre o AMOR.
Com as expectativas aprendi as frustrações e com elas a certeza do essencial.
Com a ciclicidade aprendi a constância e com a constância a impermanência.
Com as partidas aprendi o valor das chegadas e com as chegadas a ilusão das partidas.
Passo a passo fui aprendendo lentamente o AMOR.
Com ele percebi finalmente a essência da VIDA.   

Sem comentários:

Publicar um comentário