segunda-feira, 3 de novembro de 2014

NÃO TENHO TEMPO PARA ESTAR ZANGADA

Uma das minhas maiores convicções é que a Vida é demasiado mágica, intemporal e rápida para alimentar situações corrosivas e permitir que elas me envenenem.
Sei, que sendo ela um caminho repleto de dinâmicas, dualidades e impermanências, há lugar para alegrias e tristezas, regozijos e frustrações, solarengas Primaveras e gélidos Invernos. Quanto a isto não há volta a dar.
Tal como a noite se segue ao dia fora de nós, o mesmo se passa dentro de nós, sem que o possamos evitar. Podemos no entanto escolher como queremos viver “as-nossas-estações-interiores” e como pretendemos agir e reagir aos confrontos com que a Vida tem a habilidade de nos presentear de vez em quando.
Cada um é um mundo. Cada um tem o seu sentir. Cada um tem a sua tela. Pintá-la de forma diferente é o que nos diferencia.
A minha por exemplo não quer nada preto. Quer múltiplas cores. Todas as que posso usufruir por ter escolhido incarnar neste planeta. Talvez por isso me recuso a ficar zangada, mesmo quando me sinto magoada, desrespeitada, ofendida.
Não tenho tempo para isso ponto final.
Não tenho tempo nem espaço para alimentar zangas, ressentimentos, mágoas.
Não tenho tempo para viver na amargura, longe da beleza das árvores que me abraçam todas as manhãs e dos sons com que a natureza me presenteia a cada minuto da minha existência.
É verdade. Eu cá não tenho tempo para relações cáusticas, nem para jogos mirabolantes, nem para deixar de abraçar só porque não, ou deixar de amar só porque sim.
A Vida é tão curta, meu Deus. É um sopro que nos sopra de repente.
Tenho tempo para viver cada dia o melhor possível, não para gastar as chances qua a Vida tão gentilmente me cede a cada amanhecer.
Não tenho tempo para esperar por “dias-melhores”, porque cada dia é único e irrepetível.
Tenho tempo para morrer e renascer quantas vezes forem precisas, mas não tenho tempo para ficar morta perante a Vida, nem ‘supostamente-viva’ sem VIVER!
Não tenho tempo para estar zangada, essa é que é essa.
Só para agradecer a Vida e… ser FELIZ!   J

Sem comentários:

Publicar um comentário