quinta-feira, 18 de junho de 2015

O QUE GOSTAVAS QUE TE FOSSE CONCEDIDO?

O que gostavas que te fosse concedido, perguntou o Mestre.
Indignada, disse com a voz trémula:
- Que se mantivessem sempre perto de mim aqueles que Amo, que não partissem nunca.
- Mulher tu que és sábia, como te podes atrever a pedir o que já tens?
- Não te entendo Mestre. Alguns que amava partiram sim, e tenho medo que isso volte a acontecer.
- Partiram? Falas da tua ilusão, não da verdade da Vida.
Como pode ir para longe, quem está dentro de ti?
Como pode partir, quem amas, se a força do Amor anula qualquer distância?
Abraça esse Amor que És.
Só ele poderá escutar as tuas preces, diluir os teus medos, apegos, ilusões e te ensinar a Verdade de todas as coisas da VIDA.

Sem comentários:

Enviar um comentário