sábado, 9 de janeiro de 2016

APENAS VIDA.


As ‘coisas’ não podem ficar bem nem mal.
Porque as ‘coisas’ são o que são.
Nem boas nem más.
Apenas ‘coisas’, que em si contêm propósitos.
Nem bons, nem maus.
Propósitos, apenas.
A Vida é como o canto de uma ave.
Nela está contido o propósito da simplicidade.
Nem bonito, nem feio.
Nem bom, nem mau.
Apenas propósito.
Apenas canto.
Apenas VIDA.

Sem comentários:

Publicar um comentário