segunda-feira, 12 de setembro de 2016

NÃO HÁ AMOR IMPOSSIVEL...

Não há Amor impossível, nem Amor proibido.
O Amor é o mais possível, possível.
O mais possível livre.
Não há Amor apegado,
Nem Amor dorido.
Não há amores que acabam, mas sim relações que não têm como continuar.
Há carências, ilusões e mentiras.
Não são feitas de amor, mas sim de medo.
Há traições, inverdades e escuros esconderijos.
Não são feitos de Amor, mas sim do medo de amar.
Chamamos-lhes Amor, mas não o são.
Medo não é Amor.
Amor é um fluxo contínuo, um legado Uno e intrínseco a todos nós. 
Nele não cabem mágoas, ressentimentos ou dúvidas.
Não há Amor impossível, proibido ou condicional.
Só há AMOR.
E, sabem que mais?

Basta. 

Sem comentários:

Publicar um comentário