terça-feira, 9 de outubro de 2018

TODO O TÚNEL TEM A SUA SAÍDA (Filosofias de uma Avó)

Minha amada Constança,
Há histórias só nossas, e sentimentos que dificilmente conseguimos narrar.
Ontem, no parque infantil pela primeira vez, brincámos num túnel.
A simplicidade da brincadeira fascinou-me.
Primeiro, espreitavas tu de um lado e eu do outro.
Depois as duas espreitávamos do mesmo lado, observando do lado oposto, a magia da luz, que penetrava nas nossas almas a certeza de que, tal como nos túneis, também na vida há sempre uma saída.
Os túneis têm a sua magia, irás um dia perceber.
Ao longo do teu caminho terás muitos para atravessar.
Faz parte da condição humana, pois ao contrário do que alguns dizem, tudo o que nos traz aprendizagem inevitavelmente requer travessia.
Irás também encontrar vários tipos de túneis.
Nem sempre te vais dar conta de que neles estás a entrar, mas curiosamente irás sentir-te liberta sempre que deles estiveres a sair.
O comprimento também oscila.
Existem os “curtos”, aqueles que podemos até fazer de pé.
O ar circula livremente e a luz que existe ao fundo é e mesma que vemos na entrada. Nada neles, nos impõe noite, escuridão ou dor, apenas uma breve, leve e descontraída travessia.
Depois, minha amada, há os mais “longos”.
Parecem desertos submersos e precisamos coragem e fé, para neles rastejar.
Podem apertar-nos, fazer-nos sentir esmagadas, sem fôlego e sem força para continuar.
Muitas vezes, queremos desistir a meio, outras logo ali, mesmo, mesmo no inicio.
Não lhes vemos o fim, e só isso é o suficiente para nos inquietar a mente e desafiar o coração.
Neles, passamos dias e noites a rastejar.
Nunca se lhes vê luz.
Deixa de haver qualquer sentido, pois perdemo-nos de acreditar que estamos na direcção que nos levará a sair dali.
É neste momento que percebemos que a única saída é CONFIAR. Desafiante para quem como nós quer sempre controlar.
Mas sabes, nestas coisas da vida, a vida parece sempre saber mais que nós, por isso há túneis cujas entradas parecem mesmo ser obrigatórias e cujas travessias são magia pura para a nossa alma e alimento vital para o nosso crescimento.
Não resistas, pois, aos túneis que encontrares no teu caminho.
Lembra-te sempre da nossa brincadeira e acolhe a certeza de que por mais escuridão que exista dentro e fora de ti, um dia a LUZ surgirá!
Amo-Te, querida Constança.  



Sem comentários:

Publicar um comentário